ROCK FAMILIAR \,,/

Vamos de música mais uma vez?

Coisas de filha de pais alucinados por música, tão alucinados que cobriram uma parede inteira com suas coleções de cds (juro!). Os amigos e parentes piravam!

Eu amava ir com meu pai na Discoteca 2001 (dis-co-te-ca dois-mil-e-um… jesuis!), os funcionários já o chamavam pelo nome, já sabiam ‘aquele ali gosta e gasta’.

Pra mim é gastar bem, era né, porque hoje baixo o cd completo na internet e gravo pra eles, mas naquela época…aah! Quanta cultura em um pequeno disco.

Dentre todos os ritmos que tinham naquelas torres, os de rock estavam sempre de fácil alcance ou já ficavam pra sempre dentro do player.

Eu costumava ser acordada pelas guitarras de Hendrix, The Doors, Pink Floyd, Rage, Beatles, Raimundos, Jethro, Janis que saíam do som do Pedro (irmão mais velho-roqueiro-coraçãoenorme da família).

Quem me iniciou no rock foi meu pai, mas sem sombra de dúvida, o Pedro fez o som perpetuar em mim e no Felipe (irmão do meio).

E era sempre assim, na verdade é até hoje, encontro familiares e em alguma hora da festa, o Pedro coloca um rock e todos os primos e tios começam a balançar a cabeça, instintivamente. AMO essa família! <3

Por tudo isso e mais um pouco, vai aí uma listinha de alguns repertórios que fazem parte da minha história e de todos que fazem parte dela.

Isso sim é boa herança, né?!

E mais uma dica pros amantes da Janis Joplin, um artigo da Rolling Stones brasileira sobre as músicas mais desconhecidas e ma-ra-vi-lho-sas da LENDA do rock! Amo essa moliiier!

Beijos. Até a próxima!

Aperte o Play!

Antes de começar qualquer coisa, aperto o play.

Porque a primeira nota musical já dá um ânimo pra começar.

Do início ao fim do dia, começando pelo despertador.

Música.

Seja pra pegar um ônibus, pra fazer exercício, passando o cafézinho da manhã, fazendo faxina, pra escrever, pra embalar pensamentos e, principalmente, para me fazer companhia.

Nunca me sinto só, a música tem boa participação nisso.

E como todos os dias, no primeiro abrir dos olhos começamos um novo dia, nada melhor que um som novo e muito bom para dar o start nesse bloguinho querido.

Dica de um amigão! <3

Milky Chance.

Uma duplinha alemã bem bacana que mistura eletrônico com letras melancólicas (escritas por eles) e tão bombando desde 2013. Delicinha de ouvir!

Agora no verão então… Pra mim o som combinou com uma praia, não sei se é porque moro em uma. Auuu! Haha! Mas o álbum já está me acompanhando no dia-a-dia.

Aliás, baixem o álbum Sadnecessary. Cada faixa é melhor que a outra. Espero que gostem!

E (re)comecemos.

Beijos. Até a próxima.